Passeio de Trem Morretes/Curitiba: Uma experiência pela sensacional Serra do Mar

Mas afinal, por que um passeio de trem tão longo com uma criança de dois anos?

Tínhamos alguns motivos para escolher o passeio de trem Morretes / Curitiba.

Há anos, conhecer a Serra do Mar de trem estava em nossa lista de destinos, porém a oportunidade nunca surgia.

Mas esse ano, decidimos que essa viagem sairia do papel.

passeio de trem morretes

Primeiro porque a Valentina está em uma fase de fascinação por trens e segundo porque seria um pré-teste para a viagem de avião que faríamos no mês seguinte para Califórnia.

No trem conseguiríamos simular cinco horas, quase um trecho de avião da viagem para Los Angeles, em um ambiente semelhante.

O passeio de trem pela Serra do Mar pode ser feito de Curitiba a Morretes descendo a serra, ou Morretes a Curitiba fazendo o mesmo trajeto, porém subindo a serra.

Fomos obrigados a fazer o trajeto Morretes / Curitiba, pois deixamos para comprar os tickets na semana da viagem e não conseguimos mais assentos nas classes turística e executiva para descer a serra.

Dica: Nunca deixei para comprar os tickets perto da viagem, principalmente se o passeio for ao final de semana ou feriado.

Com isso, mudamos nossa estratégia, e decidimos fazer o passeio de trem Morretes/Curitiba na classe executiva.

Pegando ônibus até Morretes

O primeiro passo foi comprar as passagens de ônibus pela empresa Viação Graciosa, que faz o trecho Curitiba/Antonina, com parada em Morretes.

Então nosso passeio começou com uma caminhada do Hotel Golden Park até a Rodoferroviária de Curitiba para embarcar no ônibus das 10 horas.

passeio de trem morretes

A viagem foi tranquila e durou aproximadamente 1h20, tempo suficiente para a Valentina comer calmamente uma pera em meio à paisagem serrana que lhe acompanhava.

Centro Histórico de Morretes

Chegando a Morretes, caminhamos 700 metros em direção ao Centro Histórico da cidade.

Pelo caminho observamos todo o estilo colonial que envolve sua arquitetura.

passeio de trem morretes

passeio de trem morretes

passeio de trem morretes

passeio de trem morretes

Restaurante Empório do Largo

Seguimos direto para o restaurante Empório do Largo, deixando a visitação do comércio local para depois do almoço.

O Empório do Largo foi uma feliz indicação feita por uma viajante no Tripadvisor.

O Restaurante é ótimo, em um ambiente familiar, linda vista para o lago, atendimento exemplar e excelente comida.

Optamos pelo prato local, o famoso Barreado.

Trata-se de uma carne que é cozida entre 12 e 24 horas em panela de barro, e vem acompanhada de bolinho de barreado, arroz, farinha e banana a milanesa.

Quando solicitado, o garçom faz na hora um pirão de barreado, com a mistura da carne desfiada e farinha.

O preço do prato é R$ 78,00 (data da viagem: 13/10/2017) e serve duas pessoas.

Além de tudo, o som de violão e voz estava sensacional, com um repertório recheado de Beatles, Elvis e Led Zeppelin.

passeio de trem morretes

passeio de trem morretes
Vista do Restaurante Empório do Largo

passeio de trem morretes

Após o almoço, caminhamos pela praça e entramos em algumas lojas para comprar lembranças locais, porém estava tão calor, que a única coisa sensata a se fazer era comprar um sorvete e ficar em uma sombra na beira do lago.

passeio de trem morretes

passeio de trem morretes

Passeio de Trem Morretes/Curitiba

Descansados, seguimos em direção à estação ferroviária da Serra Verde Express para trocar os vouchers.

Às 14h50 começou o embarque. Estava meio tumultuado, mas logo foi se organizando.

Embarcamos na classe executiva, onde pagamos R$ 126,00 por pessoa. A Valentina teve passagem free.

passeio de trem morretes

Dica: Já antecipo que valeu pagar um pouco a mais pela classe executiva, não tanto pelo kit lanche, mas sim pelo assento mais confortável e propicio para uma viagem de no mínimo quatro horas. (Sim, a volta demora mais, por causa da subida. Além disso, o guia informa que devido à ferrovia ser compartilhada com outros trens, em algum momento a viagem pode parar para esperar outro trem de prioridade passar).

Às 15h15 o trem partia para Curitiba. Começaria aqui uma nova experiência viajante.

passeio de trem morretes

Logo no início da viagem o kit lanche (e bebidas foram servidas. A Valentina ficou feliz da vida em ganhar um kit lanche extra.

Um guia vai interagindo com os passageiros durante a viagem.

De imediato ele informa que a ferrovia está completando 132 anos e pela dificuldade de construção ela é considerada até hoje uma grande e complexa obra da engenharia.

O passeio divide sensações, com momentos de motivação e outros mais monótonos.

O trecho passa por túneis, pontes, represa, hidroelétrica, cânion, casas abandonadas e muita natureza.

passeio de trem morretes

passeio de trem morretes

passeio de trem morretes

Perguntando para a Valentina o que ela mais gostou, ela não pensou para dizer, túnel. Ao todo foram 13.

Infelizmente nosso trem parou duas vezes para dar prioridade na ferrovia, e isso atrasou no mínimo 30 minutos da viagem.

Conclusão

Nossa opinião: Fazendo uma avaliação, mesmo com um longo tempo de viagem, valeu muito a pena, e às quatro horas e quinze minutos passaram bem mais rápido do que pensávamos. Foi um passeio distinto que tudo que já fizemos. Experiência aprovada.

Voltando lá no início do artigo, sobre um dos objetivos desse passeio, o pré-teste com a Valentina foi um sucesso.

Ela se comportou muito bem, em momentos apreciou a paisagem, em outros comeu bolachas e frutas, e depois de dormir por uma hora passou o restante do tempo brincando de massinha.

Por fim, ficou feliz da vida quando ganhou de lembrança da Serra Verde Express um tubete de bolinha de sabão.

Dúvidas, opiniões e dicas? Deixa seu comentário abaixo que responderemos o mais breve possível.

passeio de trem morretes

Leia também:

Roteiro em Curitiba e Morretes com os Melhores Passeios para Crianças

Leandro Bolsoni

Leandro Bolsoni

Formado em Administração e Gestão em Tecnologia da Informação, é um entusiasta por viagens e todo planejamento que envolve esse entretenimento. Criador do blog Valentina na estrada, que tem o objetivo compartilhar informações de experiências obtidas em suas viagens em família.
Leandro Bolsoni

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *