Cruzeiro pelo Caribe partindo de Miami: Nossa primeira Viagem sem Filho

Com a Valentina prestes a completar 3 anos, e muito bem adaptada com os avós, decidimos que esse seria o momento ideal para fazer uma viagem a dois.

Não foi uma decisão fácil, pois além de ser a primeira vez que faríamos uma viagem sem ela, nunca tínhamos ficado tão longe por mais de 2 dias.

Seria uma experiência totalmente diferente que nos deixava ansiosos à medida que a viagem se aproximava.

Ilhas do Caribe

O destino já estava escolhido, um cruzeiro pelas Ilhas do Caribe.

Anos antes do nascimento da Valentina vínhamos alimentando o sonho de conhecer o Caribe através de uma rota marítima.

Certo dia, lembro de estarmos sentados à beira de South Pointe Píer em Miami Beach observando o pôr do sol e a saída dos navios do Porto de Miami, quando a Carol comentou do desejo de fazer um passeio de cruzeiro.

Os anos passaram, e finalmente, chegava o momento.

Embarcaríamos no MSC SeaSide ali mesmo em Miami rumo ao Caribe, passando pelas cidades de Philipsburg, San Juan e Nassau.

Entretanto, muito antes do embarque, um planejamento foi executado para deixar a Valentina adaptada aos dias sem nós no Brasil.

Além de conversar bastante com ela sobre a viagem, nós fizemos um roteiro de atividades e uma lista de informações importantes para entregar aos avós que fariam um revezamento de lar.

Tentamos ao máximo manter a sua rotina, tanto na ida à escola como nos passeios de final de semana.

No dia do voo aos Estados Unidos uma saudade já despertava, mas fomos na certeza que ela ficaria ótima com os avós.

Acompanhados de nossos compadres, que também passariam pela experiência de deixar seu filho no Brasil, chegamos a Miami um dia antes do embarque ao cruzeiro, o que nos permitiu um passeio bem legal pelas ruas de South Beach.

Escolhemos o hotel Acqua para pernoite. O hotel possui quartos espaçosos, café da manhã, localização privilegiada e transfer do aeroporto para o hotel.

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

No dia seguinte, após o almoço, partimos de Uber ao porto de Miami.

Realizamos o processo de checkin, que por sinal foi bem rápido e organizado, e logo estávamos no esporte bar para brindar com uma Bud Light bem gelada.

O cruzeiro partiu às 19h, exato horário onde anos atrás observávamos o mesmo pôr do sol, mas dessa vez estávamos dentro do navio contemplando a nossa conquista.

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Nos primeiros dois dias o navio ficou navegando, então foi o momento de conhecer o SeaSide por completo, aproveitando todos os ambientes e atrações.

Nós optamos pelo pacote de experiência Bela, onde os quartos não tinham sacada nem janelas.

Mas fazendo uma rápida avaliação, isso não influenciou em nada, pois com tantas atividades no navio nós só íamos ao quarto para dormir.

Adoramos todos os ambientes, as refeições, drinks, shows, piscinas, toboáguas, recreações, etc.

Foram momentos incríveis em uma experiência distinta e sensacional.

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Nossa comunicação com a Valentina foi quase que diariamente, e a cada ligação em vídeo víamos que ela estava ótima e se divertindo.

Isso foi muito importante para conseguirmos aproveitar ao máximo a viagem sem uma preocupação constante. Só mesmo a saudade, que nos acompanhou todos os dias.

Primeira parada: Philipsburg

Ao acordar percebemos que o navio já tinha atracado no porto de Philipsburg.

Para conhecimento, Philipsburg é a capital de Sint Maarten, a parte neerlandesa da Ilha de São Martinho, ilha caribenha partilhada entre França e Holanda.

Tomamos um café reforçado e descemos para conhecer em terra a nossa primeira cidade caribenha.

Fomos recebidos com músicas típicas e muita animação.

Ilhas do Caribe

O plano para esse dia era conhecer a famosa praia de Maho Beach, bem como a paradisíaca Mullet Bay.

Optamos em fazer a locomoção por uma van com preço fixo de $30 ida e volta por pessoa.

Foi a opção mais rápida e segura que encontramos. A van nos deixou em Mullet Beach, onde passamos a manhã.

Águas cristalinas e mornas, com um visual deslumbrante, algo até difícil de descrever. Resumidamente, uma característica praia Caribenha, com tudo que se espera.

Ilhas do Caribe

Em seguida, fomos a Maho Beach, para matar a curiosidade e observar os aviões que passam bem próximo à praia. Conseguimos presenciar algumas chegadas de aviões menores e a decolagem de um de médio porte, porém nada de um KLM 747.

Mas foi legal pela experiência e por conhecer o local de perto, assim como a belíssima praia.

Ilhas do Caribe

Retornamos ao porto, onde passeamos pelas lojas e acessamos a internet em uma LanHouse.

Voltamos ao navio por volta das 15h para finalmente almoçar.

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Segunda parada: San Juan

No dia seguinte atracamos no porto de San Juan.

Nosso objetivo nessa parada era visitar o Castillo de San Cristóbal e caminhar sem rumo pelas ruelas da Old San Juan, observando suas arquiteturas e traços históricos.

Coloque uma roupa e um tênis confortável e aproveite todo o passeio caminhando.

Fomos primeiramente a Fortaleza de San Cristóbal, com uma breve parada pela Plaza de Colón.

Já dentro da fortaleza ficamos impressionados com a conservação da fortificação, bem como, da incrível vista do Oceano Atlântico e entornos da Old San Juan.

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Após a visita seguimos em direção a Plaza de Armas pela rua San Francisco.

Na praça, enquanto a Carol foi na Marshall’s eu me sentei em frente ao prédio da prefeitura e fiquei observando a rotina das pessoas da região.

Grupos escolares estudando história, idosos jogando dominó, outros lendo seu jornal, turistas alimentando las Palomas, outros conversando em volta do chafariz, e alguns, assim como eu, sentados no banco da praça, buscando proteção do sol em uma sombra de árvore, observando todo o movimento.

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Voltamos a caminhar até a Catedral de San Juan Bautista, onde entramos, fizemos nossa oração agradecendo o momento e seguimos por outras tantas ruelas até que chegamos novamente ao porto.

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Foi incrível conhecer essa parte de San Juan, tudo muito organizado e bem cuidado.

Esperamos em breve voltar para conhecer um pouco mais.

Terceira parada: Nassau

Após um dia e meio navegando chegamos a Nassau.

Diferentemente das outras duas paradas, dessa vez acordei bem cedo para ver o nascer do sol e o navio atrasar no porto.

O dia estava uma mescla de sol, nuvens e chuva, o que proporcionou um belíssimo arco-íris.

Foi sem dúvidas o visual mais bonito de todas as paradas da viagem.

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Assim como nos outros portos, desembarcamos com facilidade e rapidez, e seguimos ao Festival Place onde pegamos uma van compartilhada até Paradise Island.

Ficamos em Cabbage Beach, outra daquelas praias caribenhas de tirar o fôlego.

Ao entrar na água fomos recepcionados por um cardume de peixes que compartilharam a alegria daquele momento.

Assim tão perto, sem se importarem, parecendo amigos distantes que se encontravam depois de um tempo.

Ilhas do Caribe

Após alguns mergulhos e uma caminhada pela praia, ficamos um tempo apreciando o visual, porém, logo fomos interrompidos por uma forte chuva que nos fez voltar ao porto.

Retornamos ao navio, colocamos roupas de passeio e voltamos ao centro de Nassau.

Caminhamos sem destino pelas ruas da histórica cidade.

Destaque para os casarões em tons de rosa, branco e verde da Praça do Parlamento.

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Terminava assim a última parada pelas Ilhas do Caribe.

Era hora de aproveitar os últimos momentos a bordo do MSC SeaSide.

Chegada a Miami

O passeio pelo Caribe chegara ao fim, porém, a viagem ainda nos reservava dois dias em Miami.

Para esse período alugamos um carro e aproveitamos para conhecer alguns lugares mais distantes de Miami Beach.

Alugar um carro em Miami é sempre uma ótima opção para otimizar o tempo conhecendo lugares incríveis, que geralmente ficam longe uns dos outros,

No primeiro dia fomos a Biscayne Bay e finalizamos com um passeio muito legal pelo Design Distric.

Foi incrível e impressionante observar os detalhes e perfeição dos grafites no Wynwood Walls.

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

Ilhas do Caribe

No dia seguinte fomos ao Sawgrass Mills, para nós o melhor outlet em custo/benefício da região.

Compramos brinquedos para as crianças na Target com preços muito bons.

Finalizamos o dia com um delicioso hambúrguer no Wendy’s.

Nesse momento a saudade dos pequenos já estava tão grande que contávamos os minutos para nosso voo no dia seguinte.

Era uma mistura de sentimentos.

Ao mesmo tempo que não queríamos que a viagem terminasse, queríamos voltar ao Brasil para ter a Valentina aos nossos braços.

Data da Viagem: 25/06/2018

 

Precisando Reservar um Hotel?

Faça sua busca clicando no banner abaixo e garanta o menor preço do Booking.com. Além de não pagar nada a mais por isso, você gera uma pequena comissão para o blog e nos ajuda a manter o canal sempre atualizado com dicas e informações.

Ilhas do Caribe Miami

 

Não viaje sem um Seguro Viagem

Atualmente estamos utilizando uma plataforma confiável e bem legal de cotações de seguro viagem, que possibilita através de uma interface simples avaliar várias cotações e escolher a que atende melhor suas necessidades e de sua família.

Na Real Seguro você terá diversas opções de seguros com preços bem atrativos.

Para conhecer a plataforma e realizar uma cotação basta clicar no banner abaixo.

Ilhas do Caribe

Leia também:

Trip de carro por Miami, Key Biscayne e Key West: Nossa última aventura sem filho
Gestante viajando para Miami e Orlando. Por que não?
3 passeios em Orlando para fugir dos parques temáticos

Leandro Bolsoni

Leandro Bolsoni

Formado em Administração e Gestão em Tecnologia da Informação, é um entusiasta por viagens e todo planejamento que envolve esse entretenimento. Criador do blog Valentina na estrada, que tem o objetivo compartilhar informações de experiências obtidas em suas viagens em família.
Leandro Bolsoni

8 thoughts on “Cruzeiro pelo Caribe partindo de Miami: Nossa primeira Viagem sem Filho

    1. Olá Talita, tudo bem?

      Não creio que o inglês seja um grande obstáculo para você nessa viagem. Dentro do cruzeiro nos bares têm garçons que falam até português, a grande maioria espanhol. O cruzeiro também tem uma pessoa que fala português para lhe ajudar em qualquer situação. O único momento da viagem que utilizamos um inglês básico foi na imigração em Miami. No mais, Miami é uma cidade com muitos latinos, então você sempre consegue se virar com um bom “portunhol”.

      Abraços,
      Leandro

  1. Olá Leandro. Parabéns pelo texto, nos ajudará bastante na nossa viagem no mês que vem. Estou com uma dúvida e gostaria de saber se você pode nos ajudar: tanto em Philipsburg quanto em Nassau, vocês optaram por não pegar os passeios da MSC. Qual foi o motivo? Preço? Além disso, vocês agendaram esses passeios na hora que chegaram ao porto? Como funciona esse esquema: tem várias agências locais oferecendo o passeio na hora? Muito obrigado.

    1. Olá Bernardo, que bom que gostou.

      Resolvemos fazer os passeios tudo por conta, principalmente pelo custo. Realmente os passeios pela MSC são bem mais caros. Não fizemos também os passeios por agência. Nós chegávamos nos portos e pegávamos uma van compartilhada até o local que gostaríamos de conhecer. Quando você chega nos portos tem muitas dessas vans fazendo esse serviço.

      Qualquer coisa só avisar,

      Abração.

  2. Maravilha essa viagem. Ficamos com água na boca em ver tanta beleza.
    Parabéns e aguardamos notícias da próxima.
    Abçs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *